Olhos conta-gotas

Olhos de conta-gotas

Colasse as gotas de onde as tiro,
Deixaria o mar de ser baixo tanto,
Mais do que mede aos olhos
Da gente, mesmo daquela miúda
Que passa no cais e nem eu conheço,

Mas não diferente do mar en’frente,
Onde colo os olhos e conto as ondas
Todas…todas reconheço da cor,
O céu que fazia, quando no mar nasci
Eu,por isso do mar as tiro

Com conta gotas, plo prazer
De ter olhos da cor do mar-palheiro
E não o cinza d’ondas gordas,
Esse não cabe mais em mim dentro,
Nem no frasco caça-gotas,

Ou em qualquer eu inteiro…

Jorge Santos (01/2016)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s