Façamos um pacto …

Façamos um pacto,
Com aperto de mão e tudo,
Até onde o cotovelo
Chega e o braço alça,

Tu nesse canto,
E eu nesta praça,
Façamos um pacto
De esperança e d’graça,

Porque a vida roça
À pressa e passa,
Façamos um pacto
Rosa e serenidade moça,

Façamos um pacto,
No meio das ruas tais,
Por tudo que cabe,
Não nas lojas, mas

Nas tuas mãos, duas
Até onde o cotovelo
Chega e a mão alça,
Façamos um pacto,

Tu nesse canto,
E eu nesta praça,
Façamos um pacto,
Enquanto há claridade

E é dia no campo
E nest’outra cidade
O sol-se-pondo, dança
E valsa lento, lento

Como de embalar, canção…

Jorge santos (01/2017)
http://namastibetpoems.blogspot.com

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s